Sem Título

Hotel Rural Casa de Samaiões

Douro, Minho e Trás-os-Montes - Hotel Rural

A Quinta de Samaiões é um verdadeiro “paraíso terrestre” para todos que a visitam.

Tem ao dispor 20 quartos todos bem equipados com mini-bar, TV Satélite, casa de banho completo, ar condicionado/ aquecimento e alguns têm um pequeno terraço com acesso direto para as piscinas.

Algumas das facilidades são: um Salão de Banquetes com capacidade para 300 Pessoas; um Restaurante com capacidade para 100 Pessoas e com genuína culinária transmontana; Ar Condicionado/ Aquecimento em todas as zonas públicas; Piscina para Adultos e Crianças; • Sauna; Campos de Futebol Relvado e de Ténis; Tiro ao Arco; Circuito de Manutenção; Passeios Pedestres e de Cavalo.

Tendo a nascente/sul a serra da Brunheira e a poente/norte a estrada municipal, a propriedade é composta por diversificadas paisagens que vão das encostas agricultadas em socalcos descendo suavemente desde as matas até aos lameiros e margens do ribeiro de Samaiões.

A mata junto á casa na encosta poente é a mais rica, com espécimes plantadas com mais de 100 anos, às quais sucedem os jardins envolventes, implantados criteriosamente com árvores e plantas a proporcionarem ambientes diferentes.

Toda esta área encontrava-se muito degradada e a carecer de manutenção e recuperação urgente, objetivo alcançado por todos aqueles que se propuseram a recuperá-la.

É em Trás-os-Montes, no belo concelho de Chaves, numa das suas 51 freguesias, a 5 Km do centro, numa das encostas do Brunheiro que se situa Samaiões, rodeada pelas povoações de lzei, Outeiro Jusão e o Lugara do Raio X. É nesta freguesia, junto à estrada municipal em direção a Paradela de Veiga que se situa a Quinta de Samaiões, com cerca de 100 hectares, onde se edifica a ilustre Casa de Samaiões (um grande solar com capela anexa).

A sua construção teria começado por uma simples casa destinada a caseiros, virada a sul e a poente, pouco depois que a partir de meados do século XVII, pelo Padre João Rodrigues Homem, Abade em Santa Maria de Gouvães, foram arrematadas algumas propriedades. A capela dedicada a “Nossa Senhora da Conceição do Ginso” foi transferida de Curalha para a Casa de Samaiões, depois da respetiva autorização do Bispo da Diocese, por volta de 1848. Sobre a porta de entrada reza a seguinte inscrição:

“MANDOU FAZER ESTA CAPELLA O CORONEL FRANCISCO DE BARROS TEIXEIRA HOMEM FIDALGO CAVALLEIRO DA CASA REAL 10º MORGADO DOS ARAUJOS E Hº DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DO GINSO NA ERA DE MDCCCXLVIII.”

Pouco acima, foi colocado o brasão da família. A terminar, tem uma elegante cruz a fazer conjunto com os dois pináculos que a ladeiam.

 

uco acima, foi colocado o brasão da família. A terminar, tem uma elegante cruz a fazer conjunto com os dois pináculos que a ladeiam.

+0

Desde
55.00

1 Noite / APA

Reserve já

Preços

A partir de € 55 com pequeno-almoço incluído

Mais informação

Localização

Carla Lima

00 351 276 340 450 | 00 351 916 602 135

[email protected]

Rua Dr. Francisco de Barros Teixeira Homem - EN 547

5400-574 Chaves

Chaves

GPS 41.698953, -7.477117