Avis: Por entre montados e planícies descubra o Alentejo profundo

O mercado que todos os meses dá a conhecer um produtor local, o importante tesouro histórico e arqueológico que guarda, a tranquilidade, a simpatia das suas gentes hospitaleiras e a beleza dos montados e da albufeira do Maranhão, fazem de Avis um destino apetecível em qualquer altura do ano. Um destino para visitar devagar, ao sabor do Alentejo profundo…

Texto V.M.

Foto de destaque Crédito Wikipédia

Todos os meses são bons para visitar Avis, pacata vila alentejana do distrito de Portalegre, a fazer fronteira com Évora. De casas baixinhas caiadas e ruas estreitas, guarda um importante legado histórico que é a memória da Ordem Militar de Avis, a mais antiga das Ordens Portuguesas, que deu nome à segunda Dinastia.
Repleta de história, patente nos vários monumentos resistentes ao tempo, Avis é também um município abençoado com grande beleza natural. Para confirmá-lo basta subir à Torre da Rainha (uma das três originais do castelo construído no século XIII) e admirar a planície que se estende a perder de vista. Ou então seguir até ao Miradouro da Rua das Lajes, de onde se avistam as duas principais ribeiras que formam a Albufeira do Maranhão: a ribeira Grande ou de Avis e a ribeira de Seda.
A Barragem do Maranhão é um convite ao passeio demorado e prazeroso. Fácil de explorar, é local recomendado para os adeptos do birdwatching, que aqui podem encontrar uma das maiores concentrações de milhafres-pretos de todo o Alentejo. Outras aves aquáticas que aqui podem ser encontradas facilmente, são o pato-real, o mergulhão-de-crista e a garça-real. A melhor forma de explorar esta barragem consiste em usar as seis pontes existentes como locais de observação, já que permitem obter uma boa perspetiva sobre a albufeira.
Para quem gosta de caminhar, o percurso pedestre “Espelho De Água Do Maranhão De Avis”, que liga a vila alentejana à barragem, oferece momentos de grande beleza e introspeção, enquanto percorre os 11 quilómetros por campos predominantemente rurais.

Tanto para ver e fazer

Continue o passeio pelo centro histórico da vila, que tem muito para conhecer e visitar. Visite o Posto de Turismo que todos os meses promove um produtor local. Aqui pode provar, mas também adquirir os produtos expostos, que vão desde os enchidos ao vinho, do mel aos doces regionais, dos queijos ao artesanato.
Instalado numa parte das dependências do antigo Convento de S. Bento de Avis, o Centro Interpretativo da Ordem de Avis integra-se num projeto alargado de requalificação e recuperação do Centro Histórico de Avis. A exposição permanente patente no piso térreo propõe ao visitante um percurso cronológico pelos momentos mais relevantes da história da Ordem Militar de S. Bento de Avis ao longo dos séculos. Destaca-se a importância da Ordem nos primeiros anos de formação do reino e o consequente apoio desta na conquista e definição do território nacional, bem como diversas personalidades e episódios que marcaram a história nacional, como é caso de D. João I.

O Museu do Campo Alentejano encontra-se instalado em algumas das salas do Antigo Convento de São Bento de Avis, nomeadamente a Sala do Capítulo e a Sala de Leitura dos Monges. Estruturado em torno da temática do campo agrícola e do montado, o seu espólio é essencialmente etnográfico e representativo das atividades agrícolas e pastoris, em que o montado surge como elemento modelador de toda uma cultura regional. Neste espaço conheça a história das gentes que, ao longo dos anos, foram ocupando Avis, nomeadamente no que diz respeito aos seus usos e costumes.


A dois ou em família, passeie ao ar livre e conheça as antas do Monte da Ordem, um conjunto megalítico composto por sete antas, de entre as quais se destaca a impressionante anta Grande da Ordem.

Se tem crianças, é obrigatória a visita ao Fluviário de Mora, a apenas meia hora de carro. Além das muitas espécies de peixes, algumas delas exóticas em ambiente criado para recriar o seu habitat natural, uma das principais atrações é o “lontrário”, situado na zona exterior do edifício, onde se encontra um lago naturalmente povoado com rãs, libelinhas, cobras-de-água e plantas como o aloendro, lírio-de-água e tábua e, claro, as grandes trelas do espaço, as lontras-de-garras-pequenas e as lontras-europeias.

Vinho, azeite e pão na mesa

No Alentejo profundo não há espaço para dietas. A comida é forte e farta, feita a pensar em quem trabalha no campo.  As receitas de outrora saltaram para os tempos de hoje, mesmo que sejam servidas nas mesas mais sofisticadas. Típicas da região são a açorda alentejana, as migas, com destaque para as de espargos com entrecosto, os ensopados de lebre e de borrego e a sopa de cachola. As carnes de caça estão sempre em evidência, bem como o pão, os enchidos, o vinho, o azeite, as compotas, o mel, os licores e os doces típicos: boleima, costas nogados, tosquiado, azevias e as cavacas de Avis.
Vários são os restaurantes que oferecem as iguarias da região, mas há alguns que não pode mesmo deixar de visitar. A Taberna do Paulo e a Tasca do Montinho são dignos embaixadores do que de melhor a região tem para oferecer. Destacam-se também na arte de bem servir, a Taberna da Muralha e o restaurante Flor de Avis.

No Alentejo, e esta região não é exceção, valoriza-se a partilha à mesa e o vinho tinto, a par do pão e das azeitonas, têm de estar sempre à mesa.

Avis é terra produtora de vinho e as vinhas ocupam uma importante parte do território. Desde tempos remotos que a vinha e o vinho têm ligações a este território, com a produção do divino néctar a ser garantida pelos grandes proprietários e as ordens religiosas. Nas últimas décadas, a atividade vitivinícola de Avis sofreu um incremento assinalável com a plantação de novas vinhas e o nascimento de novos projetos empresariais. Variedades de castas não faltam em terras da Ordem de Avis, desde as castas nacionais como Touriga Nacional, Trincadeira, Tinta Barroca e Antão Vaz e castas internacionais, nomeadamente Alicante Bouschet, Aragonez, Cabernet Sauvignon e Syrah.
Com tanta diversidade e qualidade, o enoturismo é uma atividade com muita procura. A Fundação Abreu Callado, a Herdade Fonte Paredes, a RG Rovisco Garcia, a Herdade do Monte da Torre de Sepúlveda e a Casa de Sarmento são as mais representativas da região, que fazem as delícias de quem aprecia um bom vinho alentejano. Para além da visita às adegas, pode também participar na prova de vinhos, acompanhadas de produtos locais.

Repousar sob um imenso céu estrelado

Quando o cansaço chega e convida ao recolhimento, não há como ter um refúgio que nos preencha em conforto e bem-estar. E oferta é o que não falta neste belo pedaço de Alentejo, onde o céu parece ter infinitamente mais estrelas.


Herdade da Cortesia

Refúgio de luxo, na Herdade da Cortesia o tempo corre ao sabor da vontade. Ao contrário do que é habitual, aqui não há horas para o check in e o check out. Tão pouco existem horários para as refeições confecionadas tanto quanto possível com o que a herdade dá, como os ovos das galinhas. Pavões passeiam-se vagarosamente, indiferentes a quem os olha. Aqui tudo respira paz… e desporto. Localizada na Barragem do Maranhão, é na herdade que fazem estágio os mais conceituados praticantes de remo do mundo, dado as condições extraordinárias aqui existentes para o treino. Complementam a oferta deste alojamento com 30 quartos, um ginásio bem equipado, piscina e campo de padel. Há também trilhos para caminhadas e bicicletas gratuitas. Na água pode optar pelo Stand Up Paddle ou um relaxante passeio de barco. Se assim o entender, pode também explorar a região pelo ar, através de um passeio em balão de ar quente.

Casa da Moira

Para uma experiência dentro da vila, a Casa da Moira oferece aquilo a que chama de “estilo ’happy-chique’”. E não poderiam estar mais certos. Neste ambiente, a felicidade e o glamour andam de mãos dadas. No centro histórico da vila uma casa nobre alentejana do século  XVII deu origem a um alojamento com quatro suites, pátios e piscina. Mesmo em frente uma outra casa, com sete quartos, convida a estadas em família ou com amigos. Também esta tem piscina e um pátio que convida a boas patuscadas.

Herdade de São Martinho

Para uma experiência histórica, nada como pernoitar num monte que pertenceu à antiga Ordem dos Templários e posteriormente à Ordem Religiosa de Avis. Na Herdade de São Martinho ainda hoje são bem visíveis os vestígios deixados, tanto na casa principal – o Convento, onde os Frades da Ordem de Avis passavam as suas férias -, através de pinturas decorativas, como nas diversas Cantarias do Monte, embelezadas com a Cruz de Avis e as Armas de Portugal.

Casa dos Condes

O perfume de um bolo acabado de fazer invade todas as manhãs a sala do pequeno-almoço desta casa onde relaxar é a palavra ordem.  Pertença dos Condes de Valenças e dos Condes de Nova Goa que aqui habitaram no início do século XIX, a Casa dos Condes conta com sete espaçosos e confortáveis quartos e destaca-se pela sua autenticidade, até nos pormenores, já que a maioria das peças de decoração têm atravessado as várias gerações da atual família. Em frente à casa encontra-se a piscina, rodeada por limoeiros e laranjeiras, e um pátio para churrascos. Desfrute do imenso sossego que se faz sentir e de relaxantes passeios de bicicleta.

Monte do Ramalho

Esta típica herdade alentejana está há cerca de 100 anos na mesma família. Guardadora de histórias e memórias felizes, proporciona aos seus visitantes momentos inesquecíveis de prazer e descontração. O Monte do Ramalho conta com três casas, a Casa Giesta, com capacidade para até três pessoas, a Casa Alecrim, com capacidade para quatro pessoas e a Casa Esteva, destinada a seis pessoas. Todas elas têm cozinha devidamente equipada e uma sala com uma lareira típica. No exterior encontra uma ampla e bonita piscina biológica, uma sala de convívio, sala de jogos, capela e animais da quinta que farão as delícias dos mais pequenos. Antes de regressar a casa compre, no local, uma garrafa de azeite feito com as azeitonas existente no monte.

Contactos

Onde dormir

Herdade da Cortesia
Morada: Herdade da Cortesia, Avis
Tel. 242 410130
Preço: Desde 190€

Casa da Moira
Morada: Largo Dr. Sérgio de Castro, 1, Avis
Tel. 916834818
Preço: Desde 135€

Herdade de São Martinho
Morada: Herdade de São Martinho, Avis
Tel. 931 402 314
Preço: Desde 90€

Casa dos Condes
Morada: Largo Conde de Valenças, 2, Cano
Tel. 932357184
Preço: Desde 70€

Monte do Ramalho
Morada: Estrada Municipal, 508, Sousel
Tel. 929120997
Preço: Desde 80€

Onde Comer

A Taberna do Paulo
Morada: Rua 1.º de Maio, Lt 8, Santo António do Alcôrrego
Tel. 242413051
Enc. Terça-feira

Flor de Avis
Morada: Rua da Cantina, 17, Avis
Tel. 927570741
Enc. Segunda-feira

Tasca do Montinho
Morada: Rua do Comércio, 1, Montinho
Tel. 242412954
Enc. Segunda-feira Taberna da

Muralha
Morada: Rua Cerca do Convento, 3, Avis
Tel. 242034272
Enc. Terça-feira

A Visitar

Centro Interpretativo da Ordem de Avis
Morada: Largo Cândido dos Reis, 5, Avis
Tel. 242410093
Horário: Terça a Sexta-feira das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 16h00; sábado das 10h00 às 12h30 e das 13h00 às 15h30
Preço: 2,50€

Museu do Campo Alentejano
Morada: Largo Cândido dos Reis, 5, Avis
Tel. 242410093
Horário: Terça a Sexta-feira das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 16h00; sábado das 10h00 às 12h30 e das 13h00 às 15h30
Preço: 2,50€

Fundação Abreu Callado
Morada: Travessa Abreu Callado, 1, Benavila
Tel. 242430000

Herdade Fonte Paredes
Morada: Quinta de Santa Ana, Avis
Tel. 242413076

RG Rovisco Garcia
Morada: Aldeia Velha, Avis
Tel. 242980020

Fluviário de Mora
Morada: Parque Ecológico do Gameiro, Cabeção, Mora
Tel. 266448130
Preços: Desde 4.50€ (http://www.fluviariomora.pt/bilheteira.php

Newsletter

A Hotéis de Campo publica semanalmente uma newsletter com todos os artigos relacionados com sugestões de viagens em Portugal.

Email Marketing by E-goi

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments