Cinco casas com charme e conforto para celebrar o São Martinho… com castanhas e vinho


Se a tradição se cumprir, o bom tempo irá regressar com dias de temperaturas altas a que vulgarmente chamamos de “verão de São Martinho”. Celebrada na tradição cristã, em Portugal a data está associada ao hábito de beber vinho e comer castanhas. A proposta é que celebre a data fora de casa, em locais que aconchegam.

TXT: V.M.

O Dia de São Martinho existe em honra a Martinho de Tours, um soldado romano nascido na Hungria por volta do ano 316. De acordo com o que reza a lenda, um dia, após uma batalha, quando regressava a casa, encontrou a meio do caminho um mendigo que pedia esmola sob uma tempestade de neve que naquele penoso outono assolava a Europa. 
Sem mais nada para oferecer à pobre alma, Martinho cortou com a sua espada o manto que o cobria ao meio e ofereceu metade ao mendigo, ajudando-o a aquecer-se. Ainda de acordo com a lenda, nesse momento o sol começou a brilhar e assim permaneceu durante três dias. Terá sido Jesus a manifestar-se desta forma por tão altruísta gesto. Quer se acredite em lendas ou não, a verdade é que todos temos na memória a existência do tal “verão de São Martinhos”, que nos faz regressar por uns dias às roupas mais frescas.
Em Portugal há um ditado alusivo à época que diz, “no dia de São Martinho, vai à adega e prova o vinho”. Isto deve-se ao facto de ser um período de maturação do vinho nas adegas e, portanto, época de provas. Manda também a tradição que se comam castanhas assadas ou cozidas com erva-doce. Esta tradição ainda enraizada na nossa cultura é também praticada em França e na Itália. Em Espanha, mas também no nosso país, a efeméride está ainda ligada à matança do porco.
São Martinho está ligado à protecção dos alfaiates, dos soldados e cavaleiros, dos pedintes e dos produtores de vinho, por isso, não deixe de celebrar. De norte a sul do país e ainda nos Açores, seleccionámos alojamentos de excelência para o fazer.


CASA VALXISTO – COUNTRY HOUSE
Na encantadora e bem preservada aldeia rural de Quintandona, em Lagares, Penafiel, esconde-se esta casa que tal, como a restante arquitetura local, mistura a ardósia e o granito na sua construção. Concebida para que cada hóspede se sinta em casa, a Casa Valxisto – Country House tem oito quartos e duas suites premium. A decoração é cuidadosa e elegante e harmoniza elementos rurais, ligados à aldeia, com o conforto dos tempos modernos. As cores são sóbrias, em tonalidades relaxantes. Todos os cómodos têm casa de banho privativa e três estão preparados para receber pessoas com mobilidade reduzida. Da propriedade em que se encontra saem os produtos mais frescos que são levados à mesa, quer seja ao pequeno-almoço, que seja no restaurante da casa, que funciona mediante reserva, e onde a ementa é baseada em pratos da gastronomia regional. A piscina exterior tem uma queda de água para a vinha de vinho verde e ao lado uma esplanada para aproveitar, se a tradição se fizer cumprir, o verão de São Martinho. À falta de bom tempo há massagens com aromaterapia para aproveitar e relaxar. Com localização excelente para prazerosos passeios, a casa encontra-se inserida na Rota do Românico.


CASAS DO CÔRO
Na surpreendente aldeia histórica de Marialva, descubra 13 maravilhosas casas, num total de 29 quartos, de arquitetura beirã, que remetem uma sensação de conforto, através da mistura de materiais, mobiliário e decoração que harmonizam de forma perfeita o antigo com o moderno. Este refúgio rural chic, mostra bem como o luxo, a elegância e a sofisticação despretensiosa podem ter lugar num interior mais desconhecido do país, onde é possível desfrutar de uma experiência única de alojamento. Praticamente encostadas às muralhas do castelo, as Casas de Côro contam com um SPA eco friendly, uma piscina, um jardim de oliveiras centenárias e um restaurante onde a cozinha regional é reinventada às mãos da proprietária do alojamento, Carmen Romão, enquanto o marido, Paulo, apresenta os melhores vinhos, alguns com produção própria. Aproveite para provar enquanto come castanhas assadas ou cozida com erva-doce.


CASA DA EIRA
Localizada em pleno coração da Serra do Montejunto, na aldeia de Pragança, numa zona de paisagem protegida, a Casa da Eira oferece uma fantástica vista panorâmica, precisamente para a serra. Cinco suítes com entradas privadas e decoração personalizada compõem este alojamento, que tem como estrela a enorme piscina de borda infinita. O pequeno-almoço, caseiro, é servido com produtos que privilegiam os sabores locais e o conforto é conferido pela decoração e em cujos interiores predominam a pedra e a madeira. A vida selvagem está patente nos pormenores decorativos, através de grandes fotografias a encimarem as cabeceiras das camas.


CASA DO EIRADO
Localizada em Lagoa, no Algarve, a Casa do Eirado, em cal, madeira, pedra e terracota, é um belíssimo exemplo da arquitetura rural popular local. Recuperada pelo atual proprietário a partir das ruínas de uma habitação do século XIX, presta também homenagem às suas próprias raízes, respeitando a história e tradição locais. No seu interior existem elementos únicos como é o caso de uma coleção de cerâmica popular portuguesa, e livros, muitos livros, sobre a cultura do Algarve nas suas várias vertentes, da gastronomia à arte popular. Aliás, a cozinha é o local onde mesmo aqueles que não têm muita habilidade culinária encontram inspiração. Ali existem livros dos mais variados temas culinários, que dividem a prateleira com loiças tradicionais portuguesas e utensílios antigos de cozinha. A casa é ecologicamente “ativa”, sendo que a água da chuva é captada num “eirado” de 300 metros quadrados e armazenada numa cisterna subterrânea, para depois ser utilizada para consumo doméstico.


CANTO DA EIRA – AZORES BEACH HOUSE
E que tal uma sempre apetecível escapadela até aos Açores? Na Ilha Terceira, povoação de Feteira, o Canto da Eira é uma casa tipicamente açoriana, construída em 1946, exímia na arte de bem receber. Totalmente edificada pelas mãos das gentes locais e com as matérias primas mais nobres e exclusivas, de onde se destacam a pedra vulcânica e a madeira local, sofreu uma remodelação profunda no seu interior no ano de 2011. A sua memória foi preservada e juntou-se um projeto de decoração de autor, o que fez da casa um refúgio perfeito. Nela encontra dois quartos duplos com casa de banho, escritório, sala e cozinha totalmente equipada. As pedras à vista, as portas e janelas vermelhas e as portadas de madeira, conferem-lhe conforto. A propriedade é totalmente murada e virada para o mar e para o campo, oferecendo-lhe um invulgar jardim de 500m² com plantas autóctones, bananeiras, limoeiro, figueiras e uma oliveira.


DORMIR
Casa Valxisto – Country House
Morada: 
Aldeia rural preservada de Quintandona, Rua Padres da Agostinha, 233, Lagares e Figueira, Penafiel
Tel: 936 473 986
Preço: 
Desde 150€/noite

Casas do Côro
Morada: 
Largo do Côro, Marialva, Guarda
Tel: 917 552 020
Preço: 
Desde 218€/noite

Casa da Eira
Morada: 
Rua 1.º de Dezembro, 21, Pragança, Cadaval
Tel: 
939 555 200
Preço: 
Desde 79€/noite

Casa do Eirado
Morada: 
Estrada M1273, Lagoa
Tel: 911 925 69
Preço: 
Desde 210€/noite

Canto da Eira – Azores Beach House
Morada: 
Rua do Caminho Velho, 62, Feteira, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira
Tel: 
917 659 859
Preço: 
Desde 120€/noite

Comer
O Sapo
Morada: 
Lugar da Estrada, 23, Irivo, Penafiel
Tel: 
255 752 326
Preço médio: 
20€

Colmeia
Morada: 
Estrada dos galegos, Guarda
Tel: 
271 213 389
Preço médio: 
30€

A Telha
Morada: 
Largo D. Nuno Álvares Pereira, 12, Cadaval
Tel: 
262 698 555
Preço médio: 
20€

O Charneco
Morada: Rua de Joaquim Manuel Charneco, 3, Estômbar, Lagoa
Tel: 
282 431 113
Preço médio: 
35€

Caneta
Morada: 
Às Presas, 13 (ER 1), Altares, Angra do Heroísmo  
Tel: 
295 989 162
Preço médio: 
20€

Newsletter

A Hotéis de Campo publica semanalmente uma newsletter com todos os artigos relacionados com sugestões de viagens em Portugal.

Email Marketing by E-goi

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments