TOMAR . Cidade dos Cavaleiros, tradição e fé

Tomar, cidade dos Cavaleiros Templários de tradições seculares e fé.

Monumental, misteriosa e cheia de tradição, Tomar cidade dos cavaleiros templários tem mais de 850 anos de história que vale a pena desvendar. Venha daí e parta à descoberta de uma terra de guerra, paz, fé e natureza.

Texto de Nelson Rodrigues

É preciso recuar até aos primórdios da nacionalidade para descobrir as raízes de Tomar e o simbolismo que os templários têm para esta localidade. D. Afonso Henriques conquistou-a aos mouros em 1147 e dou-a a Gualdim Pais, seu companheiro de armas e mestre da Ordem do Templo, que fundou a cidade em 1162. Antes, já tinha mandado construir o castelo no alto de um monte, onde começa precisamente o nosso roteiro.

A fortificação é a parte mais antiga do Convento de Cristo, classificado Património da Humanidade, que reúne todas as influências estéticas e arquitetónicas do nosso país desde o século XII ao XVIII. Entre as suas principais atrações estão a Charola (a igreja original dos templários) e a Janela do Capítulo, ornamentada com símbolos marítimos evocativos dos Descobrimentos.

A partir do Convento, descemos a colina pela Mata Nacional dos Sete Montes e pouco depois chegamos à Praça da República, onde está a Igreja Matiz de São João Baptista e os Paços do Concelho. Autêntica sala de visitas da cidade, serve também de ponto de encontro na famosa Festa dos Tabuleiros, um desfile que junta centenas de tabuleiros decorados com pão e flores.

Guerra e religião

No centro histórico, vale a pena visitar a Sinagoga, o mais antigo tempo hebraico (ainda intacto) do país, e passear pela Rua Serpa Pinto, conhecida por Corredoura, onde ficam alguns dos cafés históricos da cidade. O nome desta artéria vem do tempo em que os cavaleiros ali treinavam o manejo das armas e a utilizavam como via privilegiada até ao Castelo.

Ao fundo da rua encontramos as margens do Nabão, que serve de cenário ao Parque do Mouchão, com a sua icónica roda de água, e ao Museu da Levada, onde estão as antigas moagens e moinhos da cidade. Ali próximo fica também o Convento de Santa Iria, que deve o nome à padroeira da cidade.

Um pouco mais à frente encontramos a Igreja de Santa Maria do Olival, templo gótico onde os templários eram armados cavaleiros. No exterior, destaca-se uma enorme rosácea e a torre sineira, enquanto o interior foi panteão de Gualdim Pais e outros mestres templários. Também por isso, este templo está carregado de simbologia associada a esta ordem, muita dela misteriosa, oculta e ainda indecifrável.

Da barragem às fortalezas

Para lá do centro histórico e urbano, Tomar convida também a desfrutar da Natureza, com destaque para a albufeira de Castelo de Bode, uma das maiores do país, onde é possível fazer passeios de barco, experimentar desportos aquáticos e descobrir várias praias fluviais, como as zonas balneares de Montes ou Alverangel.

O  roteiro templário da região fica concluído com a visita a mais dois locais por onde passaram os cavaleiros-religiosos, ambos a menos de meia hora de Tomar, mas já em concelhos vizinhos. Em Vila Nova da Barquinha, o Castelo de Almourol esteve durante longos anos à guarda dos templários, sob o comando de Gualdim Pais, o fundador de Tomar. Também ele mandou edificar a torre templária de Dornes (concelho de Ferreira do Zêzere), ex-líbris da bela aldeia ribeirinha que ainda guarda muitas memórias da Ordem do Templo.

Paz e descanso

Alojamentos não faltam em Tomar, mas para este roteiro sugerimos três refúgios fora do concelho, que em comum têm a tranquilidade do campo. Dois ficam a poucos minutos, entre Ourém e a cidade templária, e outro em Avis, ideal para uma escapada mais longa, que se prolongue do Ribatejo até ao norte alentejano.

Horta da Fonte

Na serena e pacata aldeia de Alburitel, a 5 km de Ourém e a menos de 15 km de Tomar, este refúgio ribatejano convida a descobrir o melhor da vida campestre, num ambiente familiar e acolhedor.

Horta da Fonte divide-se em duas habitações independentes, totalmente privadas, que fazem jus ao lema “em casa, fora de casa”. A maior oferece duas camas (uma de casal e outra de solteiro), casa de banho, cozinha, duas salas de estar e mesa de snooker. A outra habitação conta com uma cama de casal, cozinha, casa de banho e sala de estar. Ambas dispõem de lareira, ideal para os dias mais frios, enquanto no exterior há uma piscina comum que desafia a mergulhos no verão. Junto a ela, fica um agradável alpendre virado para o jardim, com forno a lenha, churrasqueira e zona de leitura.

Ideal para casais ou famílias com crianças que procuram dias tranquilos, em contacto com a Natureza, a Horta da Fonte é também um bom ponto de partida para a descoberta da região, não faltando pontos de interesse à volta, como Tomar, Ourém, Fátima ou o Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros.

Quinta da Alcaidaria-Mor

No coração de uma propriedade com mais de 18 hectares fica uma bela casa senhorial, Quinta da Alcadaria-Mor pertencente à mesma família há quatro séculos, que em boa hora passou a acolher visitantes, atraídos pelo sossego e atmosfera tradicional desta quinta à saída de Ourém, na estrada para Tomar. Este é também um local repleto de história, com ligações à Ordem de Malta e a D. Nuno Álvares Pereira, que por aqui passou em 1385, a caminho da Batalha de Aljubarrota, para rezar numa capelinha ainda hoje existente.

No edifício principal ficam seis quartos, todos com casa de banho privativa, além de uma sala de estar com vista para os campos em redor e uma imponente sala de jantar, decorada com quadros e tapeçaria, loiças antigas e mobiliário rústico. O alojamento fica completo com mais quatro casinhas, situadas nos antigos anexos agrícolas, com capacidade entre três e seis pessoas. No exterior da Quinta da Alcadaria-Mor, a piscina é um ponto de encontro privilegiado, enquanto os animais da quinta fazem as delícias de miúdos e graúdos.

Para os mais ativos, a quinta disponibiliza várias atividades de lazer, como passeios de cavalo ou de balão, experiências de kayak e tiro com arco, além de transfer entre a propriedade e as principais atrações turísticas da região.

Herdade de São Martinho

O imaginário dos Templários estende-se muito para lá de Tomar e revela-se também na Herdade de São Martinho, em Avis (Norte Alentejo), que em tempos pertenceu a esta ordem militar. Mais tarde passou para a Ordem de Avis, um legado histórico ainda visível em vários locais, com destaque para a casa principal, conhecida como Convento, onde os frades passavam férias.

Hoje, a Herdade de São Martinho é uma propriedade essencialmente rural, mas que também oferece um santo descanso a quem a visita. À espera dos hóspedes estão as antigas casas dos trabalhadores, exemplarmente recuperadas, com as suas paredes caiadas de branco e emolduradas a azul, como manda a tradição alentejana. Já o interior, surpreende pela elegância e conforto do mobiliário e da decoração, num misto de contemporaneidade e estilo campestre.

Apesar de ser um refúgio de tranquilidade, ideal para carregar baterias, não deixa de oferecer inúmeras atividades, dentro e fora dos portões da propriedade. Além dos mergulhos na piscina, também tem aulas de equitação e passeios a cavalo ou de bicicleta, bem como outas propostas por todo o concelho de Avis, como provas de vinho, passeios de kayak na Ribeira da Seda e de barco na Barragem do Maranhão.

Sabores clássicos e modernos

Tomar é uma terra onde se come bem, num misto de restaurantes clássicos com décadas de fama e outros mais recentes, que revelam o lado jovem e vibrante da cidade. As nossas sugestões convidam-no a saborear o melhor de dois mundos.

Chico Elias

Este clássico da restauração tomarense soma prémios gastronómicos, reportagens de todo o mundo e muitos elogios, tudo contado nas paredes de uma casa com quase 60 anos.

Boa parte do mérito deve-se ao forno a lenha e às mãos habilidosas da cozinheira (e proprietária) Maria do Céu, que deu fama a inúmeros pratos, como o bacalhau assado com carne de porco, o coelho na abóbora ou o pato com migas. A reserva é obrigatória.

A Lúria

A meio caminho entre a cidade de Tomar e a barragem de Castelo de Bode, desde 1979 que este restaurante leva à mesa o melhor da gastronomia nacional, em pratos tão variados como a açorda de sável com salada de ovas , o polvo grelhado com migas, o magusto de carnes grelhadas ou as fatias de Tomar (doce típico da região)., cabrito assado no forno.  

À cozinha genuína, junta-se um serviço simpático, familiar e bom conselheiro dos vinhos que melhor acompanham cada iguaria.

BelPaço

É um dos restaurantes mais recentes de Tomar e isso revela-se na decoração moderna, atraente e com um toque de irreverência. O mesmo acontece na carta, assinada pelo chef Sérgio Fernandes, que leva à mesa vários pratos inspirados no receituário tradicional, mas com uma apresentação contemporânea.

São os casos do pote velho de piano e lagartos, do arroz de frango yellow thai ou do salmão glaceado com amêndoas e mel. Os apreciadores de sushi e carnes maturadas também podem contar com várias sugestões.

Contactos

Onde Dormir

Horta da Fonte
Morada:
Rua da Courela, nº 22, Alburitel, Ourém Tel.: 914 704 204
Preço: 85€/noite

Quinta da Alcaidaria-Mor Morada: E.N. 113, Alcaidaria, Ourém
Tel.: 969 891 303; 249 542 231 Preço: Quartos a partir de 85€ (pequeno-almoço incluído); Casas desde 105€

Herdade de São Martinho Morada: Herdade de São Martinho, Avis
Tel.: 931 402 314
Preço: Desde 90€

Onde Comer

Chico Elias
Morada: Estrada de Paialvo (EN 349-3), Tomar
Telf.: 249 311 067
Preço médio: 25€

A Lúria
Morada: Rua da Alegria, 34, São Pedro de Tomar
Telf.: 249 381 402
Preço médio: 20€

BelPaço Morada: Rua Voluntários da República, 152, Tomar
Tel.: 249 159 566
Preço médio: 22€

Onde ir

Convento de Cristo
Morada:
Igreja do Castelo Templário, Tomar
Tel.:
249 315 089
Preço:
6€(bilhete normal)

Sinagoga de Tomar
Morada:
Rua Dr. Joaquim Jacinto, 73, Tomar
Tel.:
249 329 823
Preço:
Grátis

Museu da Levada
Morada:
Rua João Carlos Everad, Tomar
Tel.:
249 329 814
Preço: Grátis

Castelo de Almourol
Morada:
R. do Castelo de Almourol, Praia do Ribatejo, V.N. Barquinha
Tel.:
249720358 (Posto de Turismo de V.N. Barquinha
Preço:
4€(inclui visita ao Centro de Interpretação Templário)

Newsletter

A Hotéis de Campo publica semanalmente uma newsletter com todos os artigos relacionados com sugestões de viagens em Portugal.

Email Marketing by E-goi

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments