Estadias no monte – 5 sugestões para visitar o Alentejo litoral, Alqueva e Baixo Alentejo, faça as suas reservas e descubra este roteiro que temos para si.

“Lugar de assentamento”, como dizem as suas gentes, o monte alentejano povoa um imaginário sereno e rural, feito de casas rasteiras caiadas a branco, paisagens a perder de vista e muito sossego. Venha vivenciá-lo neste roteiro pelas terras do sem-fim.

Texto: N.R.

Foto de destaque créditos Monte do Olival

Do litoral alentejano, com as suas praias imaculadas, até ao Baixo Alentejo das vastas planícies, passando pelo tranquilo Alqueva, há muito para descobrir e sentir neste extenso território que se prolonga pelos distritos de Setúbal, Évora e Beja.

À sua espera, temos uma mão cheia de refúgios únicos, autênticos segredos bem guardados no isolamento de um monte, quase sempre longe de tudo e de todos. Mas nós mostramos-lhe onde ficam e ainda indicamos o caminho para os melhores restaurantes e experiências da região, aquele Alentejo onde apetece sempre voltar.

Monte do Olival

A poucos quilómetros de Alcácer do Sal, rodeado de arrozais e oliveiras, encontramos este típico monte alentejano onde o tempo corre devagar, ao sabor das memórias e dos afetos. É um dos mais recentes alojamentos da região (inaugurado em 2021), mas não lhe falta passado, a começar pelas recordações de quem lá viveu, trabalhou os campos e tratou dos animais.

Hoje, os portões da propriedade abrem-se também a visitantes, com a promessa de encontrarem sossego absoluto, paisagens serenas e o tal respeito pelo passado, que se revela, por exemplo, na arquitetura tradicional das habitações ou numa decoração com critério e sensibilidade, inspirada no amor pelo Alentejo.

O Monte do Olival divide-se por três apartamentos com cozinha e pátio privativo – Casa da Oliveira, Casa do Rosmaninho e Casa do Alecrim -, além de uma suíte, de uma sala comum onde são servidos os pequenos-almoços e de um honesty bar. Lá fora, os dias mais quentes chamam por mergulhos, seja na piscina com vista para os campos agrícolas, ou numa das muitas praias da região, a menos de meia hora de distância.

Montes da Ruxa

O desprendimento, a serenidade e a simplicidade do Alentejo revelam-se neste original refúgio entre Grândola e Melides, um segredo por revelar no litoral alentejano que, para os mais românticos, fará lembrar a expressão “o amor e uma cabana”. Neste caso, até são duas, porque o alojamento dos Montes da Ruxa é composto por duas cabanas – a Cabana na Árvore e a Arca -, construídas em madeira e com linhas suaves e discretas para melhor se integrarem na paisagem em redor.

Inseridas numa grande propriedade sem construções à volta, oferecem por isso muita paz e sossego a quem procura desligar-se da agitação do dia a dia. E com um extra especial: as incríveis vistas para o mar e para a Serra da Arrábida. Sim, as praias da região (como Melides, Galé ou Aberta Nova) estão ali bem perto, a cerca de 15 quilómetros, também elas ideais para fugir das multidões. Se também sente o chamamento da Natureza, reserve uma cabana e deixe-se levar por um regresso às origens.

Monte do Colmeal

Da fusão entre a grande planície alentejana e o Lago do Alqueva nasceram paisagens surpreendentes e novas atrações que esta country house convida a descobrir a dois ou em família. No topo de uma suave colina, a poucos minutos da praia fluvial de Mourão, o Monte do Colmeal associa a localização privilegiada a uma grande diversidade de ofertas e propostas. Além de 10 confortáveis quartos, conta ainda com uma piscina exterior, snack-bar, parque infantil, uma wine shop e parque de estacionamento privativo.

O sossego, a simpatia do serviço e o ambiente descontraído fazem com que os hóspedes se sintam em casa e já de lá não queiram sair, mas fora de portas também há muito para descobrir. Além da incontornável barragem, que desafia a mergulhos e à prática de desportos náuticos, também vale e pena descobrir a pacata vila de Mourão e outras localidades vizinhas, como Monsaraz, Moura ou mesmo Villanueva del Fresco, já do outro lado da fronteira.

Monte Falperras

Imagine uma piscina idílica, rodeada de oliveiras e, ao fundo, o Grande Lago do Alqueva à espreita. O emblemático cenário, imagem de marca deste alojamento, já conquistou, por si só, muitos hóspedes, mas o Monte Falperras vale pelo seu todo: das vistas ao sossego, da arquitetura da casa à decoração, da simpatia do serviço aos deliciosos pequenos-almoços.

Situado no concelho de Mourão, a cinco minutos (a pé) da barragem e a outros tantos (de carro) até à Aldeia da Luz, este alojamento oferece seis quartos duplos, que podem ser reservados individualmente ou num todo, quando se tratar de um grupo ou família grande.

Tanto no interior como no exterior, o branco das paredes sobressai, intervalado aqui e ali por elementos da Natureza, como o xisto, a madeira ou o caniço que dá sombra aos alpendres. O resultado é uma surpreendente cumplicidade entre a força da tradição e a subtileza da modernidade, sempre em estreita relação com a luz, o verde e o espelho de água que a paisagem oferece.

Monte das Mós

O casario da vila de Ourique e uma imensidão de campos agrícolas servem de cenário a este típico monte alentejano, inserido num terreno com cerca três hectares. No coração da propriedade fica uma casa branca, debruada a azul como manda a tradição por estas paragens, que já se tornou uma referência de hospitalidade na região. Para isso, em muito contribuem a simpatia do acolhimento, o conforto em todas as divisões e uma decoração despretensiosa, mas elegante.

À espera dos hóspedes estão quatro quartos com casa de banho, uma cozinha comum e salas de estar e jantar com lareira que privilegiam o convívio entre os hóspedes. E o mesmo acontece no exterior, seja na piscina com vistas desafogadas ou na zona de barbecue, onde não falta uma mesa para refeições ao ar livre.

Do Monte das Mós até Ourique (distrito de Beja) são poucos minutos de distância, num caminho que se pode fazer a pé ou numa das bicicletas colocadas à disposição. Quem quiser fazer um passeio maior por esta região, também tem as vilas de Castro Verde, Almodôvar e Aljustrel por perto.

O Alentejo à mesa

Descobrir uma região é também descobrir o seu património gastronómico e, nesse campo, há muito para provar e saborear por todo o Alentejo. Difícil é escolher entre tanta oferta de qualidade, por isso escolhemos quatro restaurantes que justificam a viagem desde o seu alojamento até uma mesa farta e cheia de tentações.

Se estiver no Monte do Olival, em Alcácer do Sal, sugerimos o restaurante A Escola, no caminho para a Comporta. Instalado numa antiga escola primária, dá a provar o melhor do Alentejo e da região do Sado, como as enguias fritas, o choco, a empada de coelho bravo, a perdiz na púcara e o doce da casa de pinhão. Faça reserva.

Também no litoral alentejano, desta vez em Melides (a 15 minutos dos Montes da Ruxa), fica o restaurante Tia Rosa, outra casa incontornável da região, onde as enguias (na época) também fazem sucesso, tal como o pato assado com arroz de miúdos e o cabrito assado.

Tia Rosa (Fotos D.R.)

Já em Mourão, o concelho onde ficam o Monte do Colmeal e o Monte das Mós, vale a pena conhecer a Adega Velha, uma das mais famosas tascas do distrito de Évora, onde ainda se ouve cante alentejano e se serve vinho da talha. Da cozinha saem pratos inesquecíveis, como a sopa de cação, o cozido de grão ou a perdiz estufada, tudo servido em tradicionais panelas de barro.

Mais a sul, em Ourique, a 15 minutos do Monte das Mós, sugerimos o restaurante Castro da Cola, situado junto ao Santuário de Nossa Senhora da Cola e a uma importante estação arqueológica. No lounge ou numa sala com lareira, servem-se refeições alentejana de fazer crescer água na boca, como a açorda de bacalhau, as migas com carne de porco frita, o ensopado de borrego ou as sopas de cação.

Castro da Cola (Foto D.R.)
Leia também o nosso artigo: Estadias no monte – Alentejo Norte e Alentejo Central

Contactos

Onde Dormir

Monte do Olival
Morada: EN 253, Monte do Olival, Alcácer do Sal
Tel.: 934 846 717
Preço: desde 130€ (suíte/época baixa)

Montes da Ruxa
Morada: Montes da Ruxa, Grândola
Tel.: 915 293 170
Preço:  Desde 65€

Monte do Colmeal
Morada:
Monte do Colmeal, Mourão
Tel.: 266 560 270
Preço: De 70€ (época baixa) a 80€ (época alta)

Monte Falperras
Morada:
Monte das Falperras, apartado 50, Luz, Mourão Tel.: 966 420 695
Preço: De75€ a 120€ (depende da época e tipo de quarto)

Monte das Mós
Morada:
Rua Fonte da Alameda, OuriqueTel.: 918 798 590
Preço: Desde 300€/noite (mínimo 2 noites; preço para grupos de 8 pessoas)

Onde Comer

A Escola
Morada:
EN 253, Cachopos, Alcácer do Sal
Tel.:
265 612 816
Preço médio/pessoa:
25€

Tia Rosa
Morada:
EN 265, Fontainhas do Mar, Melides, Grândola
Tel.:
269 907 144
Preço médio/pessoa:
15€

Adega Velha
Morada:
Rua Joaquim José Vasconcelos Gusmão, 13, Mourão
Tel.:
266586443
Preço médio/pessoa:
15€

Castro da Cola
Morada:
Castro da Cola, Ourique
Tel.:
286 516 400
Preço médio/pessoa:
20€




Newsletter

A Hotéis de Campo publica semanalmente uma newsletter com todos os artigos relacionados com sugestões de viagens em Portugal.

Email Marketing by E-goi

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments