Estadias no monte – do Alto Alentejo ao Alentejo Central

Estadias no monte – 4 sugestões para um roteiro entre o Alto Alentejo e Alentejo Central


Dormir num monte alentejano é uma experiência única que revela toda a magia e ruralidade destas terras de paz, sossego e tradição. Venha descobri-las num roteiro pelos distritos de Portalegre e Évora.

Texto: N.R.

Começamos pelo Alto Alentejo, num monte à beira da barragem e noutro com a serra e Espanha à vista, e depois descemos até ao Alentejo Central, mais plano, mas também tranquilo e dominado pelas belas paisagens do montado.

Pelo caminho, enquanto abrimos as portas de quatro refúgios de sonho, vamos provando a melhor gastronomia da região, passeando por campos e povoados serenos e experimentando as mais diversas atividades, em terra, na água e até nos céus. Este Alentejo leva-nos às nuvens!

Monte de Portugal

Uma propriedade agrícola de 350 hectares, em Montargil, recebe os visitantes de braços abertos com o melhor que o Alto Alentejo tem para oferecer. Para isso, recuperou as antigas casas dos trabalhadores, mantendo o traço rústico, o branco e o azul das paredes e muitos objetos que evocam usos e costumes antigos, como os cochos de cortiça, as mantas de retalhos ou as peças de olaria colorida.

Nos três apartamentos (T1 e T3) e dois quartos duplos cabe um mundo de recordações, mas também muito conforto e aquele sossego tão alentejano. Lá fora, a paz de alma mantém-se, mas isso não significa ficar a apreciar apenas a quietude do montado de sobreiro. Antes pelo contrário, no Monte de Portugal há muito para fazer, como aulas de equitação (a quinta cria cavalos puro-sangue Lusitano), provas de azeite (produz o seu), passeios de bicicleta ou mergulhos na piscina.

Em Montargil também é possível fazer um inesquecível passeio de balão (com a Windpassenger, por exemplo), enquanto a proximidade da barragem desafia à prática de desportos náuticos, do wakeboard ao paddle. Depois do ar e da água, volte a terra firme e faça-se à estrada para descobrir duas bonitas localidades a meia hora de distância, a ribatejana Coruche e a alentejana Ponte de Sor.

Monte Alto

Num Alentejo diferente, mais verde e ondulado, com a serra de São Mamede à vista, este monte a 6 quilómetros de Campo Maior pertence a uma família ligada à agricultura há mais de cinco gerações. Em boa hora decidiu abrir a herdade ao turismo, partilhando experiências e oferecendo aos hóspedes a oportunidade de conhecerem o verdadeiro mundo rural. Aqui, os animais (porcos, cabras, burros e outros), as alfaias agrícolas e os tratores não servem para compor o cenário, mas fazem parte da vivência de uma propriedade que deve muito ao labor das gentes e à generosidade da terra.

No coração do monte sobressai um edifício cheio de charme, também ele com muitas vidas e duas faces distintas. É que às áreas de traça antiga juntou-se mais recentemente uma sala de arquitetura moderna com enormes janelas que inundam de luz este espaço comum. Mais recatados, mas igualmente confortáveis, são os oito quartos, com diferentes tipologias e uma decoração de inspiração rústica que se revela, por exemplo, nas típicas camas de ferro alentejanas.

Além de um mergulho refrescante na piscina, os proprietários do Monte Alto costumam sugerir também um passeio até à barragem de Abrilongo, que confina com a herdade, onde é possível pescar, fazer um piquenique ou, simplesmente, apreciar a paisagem. E ali ao lado fica Espanha, que convida a dar um saltinho até ao outro lado da fronteira.

Monte dos Cordeiros

“Venha pelo descanso, fique pela Natureza”. O slogan deste turismo rural não podia ajustar-se melhor a uma herdade que cativa, desde logo, pelo sossego e pela preocupação com a sustentabilidade. Às portas de Vila Viçosa, o Monte dos Cordeiros é um exemplo de gestão dos recursos naturais e um espelho de diversidade que vai do típico montado alentejano de azinho ao olival, passando pelo bosque de árvores autóctones. Vários cenários, um denominador comum: o silêncio, que aqui é de ouro.

Quem percorrer a propriedade também vai encontrar animais que pastam livremente, como vacas, touros ou porcos, uma barragem, vários ribeiros, uma horta biológica e campos de cereais. Há, inclusive, uma torre para observação da avifauna e até uma ponte medieval.

O alojamento é composto por três apartamentos T1 e um T3 (também é possível reservar quartos duplos), onde sobressaem vários elementos tipicamente alentejanos. Destaque ainda para a piscina infinita de água salgada e para lista de experiências gastronómicas disponibilizadas a pedido, que fazem jus à fama da gastronomia e dos vinhos regionais.

Monte da Lapa

Esta country house nos arredores de Arraiolos é um refúgio sereno a pouco mais de uma hora de Lisboa, mas, ao mesmo tempo, tão longe da agitação e das multidões. Aqui, respira-se sossego, tranquilidade, ar puro e ambiente familiar, num claro exemplo de vida campestre autêntica.

O alojamento divide-se entre a casa principal e um edifício independente de paredes brancas debruadas a azul, como é apanágio da região. É lá que ficam os quatro quartos duplos, uma kitchenette comum e uma sala de estar com lareira, particularmente convidativa nos dias mais frios. Já no exterior fica o ex-libris da propriedade: uma piscina com belas vistas panorâmicas para o verde da vegetação em redor.

Enquanto herdade de criação de ovinos, o Monte da Lapa tem mais de 100 ovelhas para criação e produção de lã, cuja alimentação e pastoreio podem ser acompanhados pelos visitantes. A esta proposta juntam-se muitas outras, como birdwatching, observação de estrelas (o céu alentejano não podia ser mais propício), provas de vinhos, passeios até Arraiolos ou Évora e até atividades de orientação, uma modalidade bem conhecida da herdade, que já recebeu uma prova internacional, em 2020.

O Alentejo das migas, do borreguinho e dos doces conventuais

Tal como os montes alentejanos, também a gastronomia é uma autêntica instituição da região. Nada melhor, por isso, que juntar dois prazeres na mesma viagem: o descanso e o pecado da gula. Depois das nossas propostas de alojamento, fique agora a conhecer quatro restaurantes que fecham com chave de ouro este roteiro pelo Alentejo Norte e Centro.

Para quem ficar alojado no Monte de Portugal (Montargil) vale a pena ir até Ponte de Sor (a cerca de 30 quilómetros) para experimentar a gastronomia regional do restaurante Olivença. Situado no centro da cidade, há muito que é conhecido pelas inúmeras variedades de migas (espargos, coentros, couve-flor e muitas mais), bem como pelos cogumelos gratinados, pela sopa de cação e pelas plumas de porco preto.

Restaurante Olivença (Foto D.R.)

Campo Maior, também é terra de boa gastronomia, como comprova o Aperta, instalado num antigo lagar que, em tempos, acolheu a famosa discoteca ApertAzeite. Agora, leva à mesa pratos sofisticados de influência e sabor alentejano, como as bochechas de porco, a terrina de coelho com pinhão ou o ensopado de raia com coentrada.

No Monte dos Cordeiros é possível fazer refeições (sob reserva) mas em Vila Viçosa também não faltam bons restaurantes, caso da Taverna dos Conjurados, a dois passos do Paço Ducal. Com uma cozinha familiar marcadamente regional, serve pratos como costeletas de borreguinho alentejano, lombinhos de porco preto ou bacalhau do Duque de Bragança, entre outras especialidades.

Taverna dos Conjurados (Fotos D.R)

Já na vila de Arraiolos, a 10 minutos do Monte da Lapa, a nossa sugestão é O Alpendre, uma casa com decoração e carta orgulhosamente alentejana. O borrego do montado, as costeletas fritas com migas de batata, a sopa de cação as fatias de alhos e os doces conventuais são alguns dos pratos de excelência neste restaurante com mais de três décadas de história.


Leia também o nosso artigo: Estadias no monte – Alentejo Litoral, Alqueva e Baixo Alentejo

Contactos

Onde Dormir

Monte de Portugal
Morada: Monte Portugal, Farinha Branca, Montargil
Tel.: 919 952 497
Preço: Desde 65€

Monte Alto
Morada:
Herdade do Monte Alto, Degolados, Campo Maior
Tel.: 268 688 176
Preço: Desde 65€

Monte dos Cordeiros
Morada:
Monte dos Cordeiros, S. Romão – Ciladas, Vila Viçosa
Tel.: 964 024 394
Preço:
Desde 160€ (mínimo 2 noites)

Monte da Lapa
Morada:
Estrada de Pavia, Arraiolos
Tel.: 963 630 197
Preço:
Desde 100€

Onde Comer

Olivença
Morada:
Praça da República, Ponte de Dor
Tel.:
242 206 201
Preço médio:
15€

Aperta
Morada:
Rua Dr. Tello da Gama 81-75, Campo Maior
Tel.:
268 249 350
Preço médio:
30€

Taverna dos Conjurados
Morada:
Largo 25 de Abril, Vila Viçosa
Tel.:
268 989 530
Preço médio:
20€

O Alpendre
Morada:
Bairro Serpa Pinto 22 7040, Arraiolos
Tel.:
266 419 024
Preço médio:
20€


Newsletter

A Hotéis de Campo publica semanalmente uma newsletter com todos os artigos relacionados com sugestões de viagens em Portugal.

Email Marketing by E-goi

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments